sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Sonhos

Há um tema que ando a pensar muito ultimamente. Sonhos. Há dois tipo de sonhos: Aqueles sonhos que temos todas as noites, e que só nos lembramos de alguns; e aqueles sonhos que todos temos e que gostariamos de realizar quando jovens e adultos. Mas será que os conseguimos realizar? Eu olho para a maior parte das pessoas na rua, e reflito se elas conseguiram concretizar os seus sonhos ou não. Não devemos deitar de fora os sonhos que sempre tivemos em pequeninos, ou em adultos. Porque assim, a nossa vida pode ter sido em vão. Mas quando crescemos passamos a ter novos gostos, e então começam a surgir certos objectivos/sonhos que gostariamos de concretizar/realizar. Por exemplo, eu quando era pequeno gostava de ser professor. As pessoas que me conhecem talvez não me vejam nessa situação; quando era adolescente queria ser Engeneiro de Informática. E agora? Bem, não vou revelar, por questões pessoais. Acredito que independentemente da idade conseguimos sempre realizar os nossos sonhos, basta ter força de vontade. Por isso nunca desistam, lutem sempre pelo que querem.

1 comentário:

  1. oi Tiago, efectivamente todos nós temos sonhos, uns são realizáveis outros não, contudo não devemos nunca em fase nenhuma da vida deixar de sonhar. Olha um dos meus maiores sonhos era poder ter uma casa bem pequenina em frente ao mar, com portas e janelas azuis, onde eu pudesse escrever tudo aquilo que me vai na alma. Será realizável, não sei. Por ora não pois tenho compromissos, filhas que precisam de mim, amigos a quem acho que não devo abandonar.Quem sabe se um dia me reformarei, e poderei realizar este sonho , nem que seja por poucos anos. Contudo nem por isso me sinto angustiada, pois sei que tenho uma missão a cumprir no trabalho, na família e com os amigos e tento fazê-lo com amor e dignidade.
    Por isso acho que não deves deixar os teus sonhos para trás, deves aliás lutar por eles e assumi-los, não deves envergonhar-te deles, nem deixar nunca de dizer o que pensas, e quem não entender é porque não é digno de ser teu amigo.
    Quanto ao resto, senão os conseguires realizar agora já, aceita o que a vida te dá, dá graças a Deus pelo que tens e LUTA, segue em frente.

    ResponderEliminar