quarta-feira, 30 de junho de 2010

Eclipse; A continuação de uma das sagas mais empolgantes dos últimos tempos



Já não é novidade para ninguém. O eclipse já está a estrear nos cinemas. Baseia-se no 3º livro escrito por Stephanie Mayer, e por isso este também é o 3º filme. Promete-nos muita acção, aventura, romance, e muito sangue. O próprio Vaticano não queria que continuassem a saga porque é uma saga de vampiros e é totalmente contra a religião católica.m Mas há quem veja e continue católico. É simplesmente um filme. Nada de mais. Estão a desconfiar dos católicos? Dos verdadeiros católicos? Quem é contra a existência de Deus que seja. Quem é a favor dos vampiros que seja. Eu não. Eu acredito em Deus, e sempre o disse aqui e vou ver o filme. É um filme com muita acção e romance. E digamos que as personagens são grandes actores, estando já entre os melhores do mundo. Por isso quem vai ver, que se divirtam.

O Stress das Pesssoas

17/18h da tarde. O perfeito hórario para a saída dos trabalhadores dos seus empregos. Um concelho, não saiam de casa nessa hora. Entretenham-se. Queres passar na passadeira? Esquece! Primeiro estão os carros. Deveria de ser o contrário não era? Mas não. Não só na cidade onde estudei, mas como na cidade onde vivo. Então em Évora era terrivél. Tinhas que estar cerca de meia hora à espera de passar numa passadeira. Não estou a brincar é verdade. Como é possivél se quem tem prioridade são os piões? Deixem me reclamar ainda mais de uma coisa. Podem ter um carro, mas os condutores não são os únicos que têm vida. Os peões também. Todos temos. Às vezes uns vão depressa demais. Têm um alto nível de stress. Eu não me importo, passam à vontade nem que demore horas. Mas não custava nada parar e deixar passar as pessoas.
E na hora de almoço, é o mesmo. Sempre de um lado para o outro. Quando chegam a casa, é o mesmo. A mesma rotina origina o stress. Há muitas coisas que originam o stress. Eu já não o posso ter. Talvez o esteja a ter agora porque quero acabar o post, mas não devia. Um concelho para todos: Menos stress, mais calma.

Indecisão

A minha vida nestes últimos tempos não tem sido fácil. E então tenho me esquecido totalmente do blog. Não sei o que fazer a ele. Já pensei em desistir dele, entregá-lo a outra pessoa, não sei. Mas ainda há poucas pessoas que me pedem para continuar a escrever as minhas ideias.
É fácil dizer, mas fazer é diferente. Eu vou tentar vir cá mais vezes como já tinha prometido no outro post. Espero que compreendam. A vida às vezes prega-nos rasteiras e é díficil ter mais tempo para nós.

Beijinhos e abraços.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Mundial, Portugal e as Vuvuzelas

Olá :)

Desta vez venho falar-vos do Mundial. Sim, o Mundial começou já começou e o jogo de Portugal está próximo. Muitos perguntam se Portugal tem hipóteses de ganhar o Mundial! Hipóteses tem, não tem é treinador para isso. Peço desculpa ao Sr. Carlos Queiroz mas é verdade. Temos uma boa equipa, não temos é treinador que a consiga orientar. Grandes nomes como Luís Figo, Rui Costa e Pauleta já não jogam na selecção, mas é altura de dar lugar aos mais jovens: Cristiano Ronaldo, Hugo Almeida, Danny, Nani, etc. Temos que confiar neles. Só eles é que com as suas forças poderão passar todas as fases. Mas estamos numa fase diferente da do Euro 2004. O Sr. Scolari recomendou colocar-mos todos uma bandeira de Portugal nas janelas e o apoio era tanto que conseguimos chegar À final. Agora criaram as vuvuzelas. Ora só aquele barulho irrita qualquer pessoa. Agora imaginem um estádio da África do Sul e estão lá uns quantos portugueses com as suas vuvuzelas enquanto os jogadores estão a jogar. Eu se fosse um jogador perdia logo a bola. Simplesmente não gosto da vuvuzela.
Eu e a maior parte.
Só me resta desejar Boa sorte a Portugal no Mundial, e que consiga o seu melhor!
Vou deixar-vos um vídeo das vuvuzelas:

terça-feira, 1 de junho de 2010

Problemas pessoais

Leitores do meu blogue, quero dizer-lhes que não tenho escrito nada porque tenho tido uns problemas pessoais que me têm impedido de vir aqui escrever. Mas a partir de agora vou continuar a escrever. Quem não tem problemas pessoais? Todos temos. Uns de uma maneira outros de outra. Desta vez estes deixaram me mesmo sem ideias para escrever no blogue e depois não tinha paciência para vir aqui escrever (Já sabem como é). Peço muita desculpa a todos vocês.

Tiago Damião