domingo, 13 de fevereiro de 2011

Ser Licenciado e o emprego.

A situação do país não é das melhores como todos sabemos. Estamos numa "crise" que parece agravar-se a cada dia que passa. Arranjar trabalho é um dos grandes problemas hoje na sociedade, e parece estar cada vez mais difícil. Hoje em dia parece que nem ser licenciado chega para se ter um bom trabalho e se receber um bom ordenado. O que é bastante mal, porque estamos a pagar para andar na universidade para um dia ter uma boa vida e agora cada vez é dificil arranjar emprego. Como isto anda só falta daqui a uns anos já nem o doutoramento chegar para conseguirmos um emprego estável. O que eu pergunto é que se há pessoas com o 9º ano que têm um bom trabalho, são efectivos, e que são efectivos, porque razão não facilitar isso para um licenciado? Um licenciado ainda fez o 12º ano e o 1º ciclo da Universidade. Estas coisas a mim metem me impressão. Ou estamos num país cheio de boatos, ou estamos num país cheio de corrupção o qual só as cunhas é que servem. Acredito mais no último.

Quem tiver uma boa cunha tá safo para a vida toda. Mesmo que uma pessoa trabalhe durante anos e houver outro que nem faça metade, se esse tiver uma cunha é esse é que é metido. Em vez de avaliarem a pessoa pelo seu esforço e pelas suas notas, mais vale avaliar pela confiança que se tem nas pessoas. Mas mais tarde essa confiança até pode ser falsa. Pode ter sido só mesmo para meter a pessoa a trabalhar. Também não podemos esquecer que na actualidade as pessoas estão a pensar mais em si mesmas e no que lhes interessa, do que nos outros. Neste caso só pensariam nos outros como forma de se ajudar a si mesmo. Mais nada. Se tudo fosse avaliado pelo esforço e pelas notas quem sabe se o país agora não estaria melhor. O caso do Sócrates e a Universidade Independente. Como é que coisas destas ainda acontecem hoje em dia? Precisamos de uma revolução como a que aconteceu no Egipto?


Sem comentários:

Enviar um comentário